Glândula Pineal – A união do corpo e da alma. Dr Sérgio Felipe de Oliveira

192

Como o cérebro capta o magnetismo externo através da pineal.

GLÂNDULA PINEAL – união do corpo e da alma, novos conceitos e avanço nas pesquisas – PALESTRA com Dr. Sérgio Felipe de Oliveira A Glândula Pineal integra o relógio cerebral e é responsável por todos os ritmos no organismo, como por exemplo os ritmos da reprodução hormonal, do funcionamento do sistema nervoso autônomo, dos ciclos da vida até o envelhecimento, do sono; além dos ritmos reprodutivos, os da fome e ainda do estado de humor. Ela é um sensor magnético convertendo ondas do espectro eletromagnético em estímulo neuroquímico. Esta glândula parece ser o melhor laboratório de estudos da física sobre a relação espírito-matéria, com suas propriedades de captação de ondas do espectro eletromagnético que aparentemente influenciam funções de sensopercepção mediúnica e telepática. CONVERSA com Dr. Sérgio Felipe de Oliveira é um psiquiatra brasileiro, mestre em Ciências pela USP e destacado pesquisador na área da Psicobiofísica. Pesquisador do Instituto de Ciências Biomédicas, em seu estudo sobre pineal chegou à seguinte conclusão: “A pineal é um sensor capaz de ‘ver’ o mundo espiritual e de coligá-lo com a estrutura biológica. É uma glândula, portanto, que ‘vive’ o dualismo espírito-matéria. O cérebro capta o magnetismo externo através da glândula pineal”.

Prof. Paulo Morais
Prof. Paulo Morais

Eu Acredito em Você – Acredite também

Open modal

Deixe uma resposta

Abrir chat
1
Olá. Posso ajudar?
Olá.
Como podemos te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: